10 Tendências em 2018 para a Gestão de Pessoas


Ano de 2018 chegou e com ele muito questionamento de como será o mundo do trabalho desse ano. É hora de pensar mais nas pessoas, em suas necessidades, propósitos e desenvolvimento humano; sempre de mãos dadas com a informatização.


Vamos então as 10 tendências para Gestão de Pessoas neste ano:


1 – Gamificação – Utilização de jogos dentro do contexto das empresas. Área relativamente nova, mas em especial no EUA já existe a certo tempo. Pode auxiliar, por exemplo, no processo de recrutamento e seleção. Através de gamificação a empresa consegue ranquear alguns dados e analisar se o perfil do candidato está de acordo com os princípios da empresa, como cultura, missão e valor, bem como, da vaga de trabalho em questão. Utilizando de dinâmica de jogos para engajar e conhecer as pessoas.


2 – Currículo cego - Tem por objetivo eliminar qualquer tipo de discriminação. Excluindo dados pessoais, como idade, estado civil, localidade. Porém é necessário que a empresa tenha maturidade para focar em análises como; na formação e especialidade do candidato, os seus conhecimentos e habilidades.


3 – Espaços físicos do RH – Algumas empresas dispõem de espaços colaborativos e de integração para os colaboradores e visitantes. Lugares específicos para networking e criação de ideias.


4 – RH’S como parceiros – Chamados de business partner. O parceiro de negócios que trabalha em busca de soluções e estratégias, além dos indicadores de gestão de pessoas. Transitam em vários setores da empresa trabalhando estrategicamente pela busca dos objetivos da empresa.


5 – Era digital - Informatização do RH – A tecnologia segue como aposta para aumentar a efetividade dos resultados e relações. Salvando dados e auxiliando nos processos de desenvolvimento humano. Pensando na aplicação mais simples e palpável, alinhando aspectos na realidade do país e das gerações, fazendo escolhas mais eficientes e reais. Processos menos complexos.


6- Estudos das gerações - Mais do que nunca é importante pensar em como interligar as gerações e tornar a gestão de pessoas mais próxima com fluidez nas informações. É necessário conhecer melhor uns aos outros e entender os conflitos de gerações e suas expectativas, pensando em processos de interações.


7 – Propósito e cultura – A nova realidade de gerações traz o propósito como ponto importante no desenvolvimento do trabalho e carreira. Entender que os propósitos das organizações tem de estar coerentes com os princípios das pessoas. A cultura que a empresa prega deve ser coerente com a realidade.


8- Feedback – Feedback de maneira constante e mais natural. Criar uma cultura de feedback pensando nos processos diários, mesmo que informal, utilizando a transparência. Feedback constante auxilia em processos de desenvolvimento humano e ajuda no branding.


9- People Analytics – Análise de processos e pessoas. Pensar na evolução das pessoas e no desenvolvimento humano. Utilizando ferramentas disponíveis, sem esquecer de estudar dados. É imprescindível mensurar informações em números. Pensar na automatização e na velocidade de resposta.


10 – Treinamentos – Junto ao desenvolvimento humano estão os treinamentos na Gestão de Pessoas. Auxiliam nas soluções e questões pontuais em busca de aprendizado do colaborador, que. como resultado agrega valor à empresa.


Então vamos aos estudos e muito trabalho em 2018, colocar os planos em práticas e contar com a realidade da informatização como aliada.




Featured Posts
no-posts-feed.on-the-way
no-posts-feed.stay-tuned
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon

© 2020 por Positiva Recursos Humanos

WhatsApp Business: 51. 99247 - 7791