O que é Recrutamento e Seleção? _ PARTE 1


Recrutamento é a atividade ou responsabilidade do sistema de administração de recursos humanos que tem por finalidade a captação de profissionais, internamente e externamente à organização, objetivando atender aos clientes internos da empresa.


–Recrutamento significa: identificar no mercado, pessoas/candidatos potencialmente qualificados e que demonstrem interesse em ocupar cargos e trabalhar na organização.


Segundo Chiavenatto (2000, p197)

Pessoas e organizações convivem em um interminável processo dialético. As pessoas a as organizações estão engajadas em um contínuo e interativo processo de atrair uns aos outros. Da mesma forma como os indivíduos atraem e selecionam as organizações, informando-se e formando opiniões a respeito delas, as organizações procuram atrair indivíduos e obter informações a respeito deles, para decidir sobre o interesse de admiti-los ou não.


–Para prover a organização de pessoas talentosas é necessário um planejamento cuidadoso do recrutamento.

–O recrutamento é uma atividade que precede a aplicação de pessoas, no entanto o desenho de cargos, que é uma atividade do processo de aplicação, precisa estar definido para iniciar o processo de provisão, ou seja: não podemos planejar, recrutar e selecionar, sem antes determinar o conteúdo dos cargos.


Partindo do conhecimento científico até o desenvolvimento de atividades técnicas, como dinâmicas de grupo, entrevistas psicológicas coletivas e individuais.

tal material possibilita o mapeamento e a comparação de competências exigidas pela organização.

No passado, contratava-se um profissional de qualquer área observando sua experiência profissional sob o aspecto técnico para ocupar o cargo em aberto.

As áreas de Recursos Humanos mudaram muito esse paradigma, por entenderem modernamente que, mais que um profissional qualificado tecnicamente, a empresa precisa de colaboradores com atitudes e comportamentos adequados à cultura, à missão, à visão e aos objetivos do empreendimento.


Planejamento de pessoal:

Por falta de planejamento as escolhas podem ser precipitadas e inadequadas. Encontrar as pessoas que possam preencher as vagas disponíveis na organização pode levar mais tempo que o imaginado.

O não planejamento pode acarretar problemas sérios para todos os níveis gerenciais.

A previsão auxilia na busca de profissionais adequados às exigências da empresa e do cargo em aberto.


Mapeamento das competências: Levantamento do perfil do cargo.


Dizer que tal pessoa era muito competente anteriormente significava que esta pessoa fazia algo com perfeição e bem-feito. Atualmente, as competências organizacionais e individuais passam a ser destaques; o foco deixa de ser o cargo e passa a ser a pessoa.


CARGO: Refere-se ao conjunto de funções ou atividades equivalentes, por exemplo o cargo de Analista de RH.


FUNÇÃO: Refere-se ao conjunto de tarefas de cada colaborador, por exemplo: o Analista de RH que trabalha no setor de treinamento. Suas tarefas podem ser diferentes do colega Analista de RH que atua na seleção de pessoal.


Descrição do cargo:


O levantamento do perfil do cargo refere-se ao levantamento de dados necessários sobre o cargo e a pessoa que deverá ocupá-lo.

O selecionador deve observar que nem sempre o cargo que o candidato exerceu em outra empresa tem as mesmas atribuições da vaga que tem em aberto.


Desenho dos cargos:


–Para executar o recrutamento são necessárias informações do conteúdo dos cargos. Basicamente, o conteúdo dos cargos descreve, de forma estruturada, as atribuições e os requisitos indispensáveis para que o ocupante tenha possibilidade de desempenhar as atividades do cargo.

–Alguns autores definem nomes diferentes quando se referem ao mesmo tópico, como por exemplo, atribuições principais, funções principais e atividades principais. São denominações diferentes para o mesmo tópico.

A informação de análise de cargo é especialmente útil porque revela as características importantes dos cargos e dos candidatos. O conhecimento dos requisitos do cargo permite ao recrutador escolher a melhor maneira de encontrar candidatos, dadas às restrições sob as quais o recrutador deve operar.


Os requisitos são aqueles exigidos pelo cargo, nunca os que o candidato possui.

Cabe aos ocupantes dos cargos estarem preparados para assumirem o cargo, desempenhando as suas atividades com eficácia.

Exemplo: Um Analista Contábil pode ter experiência especializada em um segmento da contabilidade, enquanto o segundo pode ter experiência em vários segmentos e áreas da empresa. Esse exemplo pode ser uma característica de tamanho e perfil da empresa.


Em Empresas menores os colaboradores tendem a transitar em mais áreas, em empresas de porte maior, encontram-se especialistas.

Às vezes vemos nomes de cargos diferentes mas no entanto têm as mesmas funções.

Quer saber mais?

Me acompanha nas redes sociais que sempre posto artigos novos!

Em breve, parte 2 deste artigo sobre Recrutamento e seleção!

Grande abraço!

Featured Posts
no-posts-feed.on-the-way
no-posts-feed.stay-tuned
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Nenhum tag.
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Social Icon

© 2020 por Positiva Recursos Humanos

WhatsApp Business: 51. 99247 - 7791